Publicado em

São Paulo

Venta; o ar tem pressa.

Desolação nos trens, a estação consola.

Entradas e saídas são bem definidas.

Seguranças calados de preto espreitam seus atos de perto.

Padarias são pontos turísticos: com merecimento.

Educação existe.

A diferença é bela. Olhos são vermelhos. Indiferença é lema.

Taxistas não puxam assunto.

O trabalho é conversa de bar depois do trabalho.

Garçonistas são protagons. Cultura é civilização. Pixadores têm coração.

Anúncios

Sobre Ricardo Elia

escultor de pensamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s